Dom Will

Ars Gratia Artis

Tag: fome

Fome

A tristeza é a fome
O vazio da barriga que pulsa
É o peito que alma não come
O silêncio que a boca não busca

A tristeza é a avareza
Duma mesa não posta na ceia
A dureza da louça que anseia
A comida que o riso não serve

A tristeza é o prato vazio
De desejo sentido e vontade
É o sabor do que nunca se viu
É da vida presente, a saudade

É um verme que roi em lamento
A ferida duma alma que clama
É a criança que chora ao relento
Tempestade que o tempo derrama…

=Dom

Antropofagia

Você é tudo a quilo que me faltava…

=Dom

Repente na mente

Pandeiro, esperança, viola;

As palmas não forram os pratos,
Crepitam imensa fogueira no ar…

Esperança, viola, pandeiro;
O povo na praça, a praça no povo,
O dia na noite, o sertão no luar;

Pandeiro, viola, esperança;
O gado não morre, a chuva não falta,
O bucho não ronca e o sertão vira mar;

=Dom,
(da Série Cantando o Brasil)

Repentinamente

Repente na mente, o poeta do povo,
De repente, cobre de cores os rostos
Sofridos da gente da seca, da fome, do sertão…

=Dom

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén