Dom Will

Ars Gratia Artis

Tag: mar

Deriva

Teu riso farol
Meu guia em deriva

Lábios bússola
Norte no breu

Dentes constelação
Âncora do tempo

Língua Porto
Destino de salvação

=Dom

Náufrago

Deixe que me explique, menina:
todo poeta é um náufrago
e cada seu poema uma ilha azul

Quando já não temos comida, menina,
garramos num destes poemas
e ficamos lá, por um tempo.

Nalguns passei anos,
noutros só três minutinhos…

O tempo não passa nos poemas, menina.
Nos poemas o tempo é quando…

É isso, criança, é isso que te queria dizer:
Sou um náufrago, menina!
E você!?
Você é a ilha onde passei todo o meu futuro.

=Dom, #467
Poesias de Busão, por Caroline Almeida e além…

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén