Dom Will

Ars Gratia Artis

Tag: divórcio

Eu, circo teu

No picadeiro surge “eu”,
teu palhaço lisonjeiro.

Fazes de mim faxineiro,
limpando a sórdida sujeira.

Se fosses platéia,
Em mim lerias arte.
Não és platéia, és morte.
Carrasco de minha alegria.

(…)

Antes me fizésseis drama.
Ao menos serias coerente.

=Dom

Sumiu-se o desgraçado

Não tinha estrelas, o céu.
Jazia numa escuridão estranha,
Quase achei que fosse noite.

Não era noite, apenas faltava-me o sol.
Embrenhara-se por entre as nuvens e sumira
Saudades do desgraçado.

Mas de todo, a maior dor não foi sua falta.
Latejava-me a alma, de fato
o escuro que ainda estava por vir.

=Dom

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén